4° força finalista

abril 23, 2017

Em 4 meses de carreira, Carille chega em sua 1° final.

Sem $ aos tubos para contratar e tendo que, não por planejamento mas por necessidade, ter que usar a base (algo que o clube e antigos treinadores pareciam ter alergia).

O jogo mal começava e para Caio Ribeiro o São Paulo vivia momento melhor…VAI EXPLICAR? Tem que internar numa sala almofadada sem quinas, a imprensa nesse fds exalou torcida e praticou pouco jornalismo.

O time domingo pra mim jogou pior do que 4° feira. Para Casagrande foi o contrário…ele jogou bola, fez 103 gols no Corinthians… eu devo estar vendo outros jogos … enfim…deixa o Casa pra la e a imprensa também, vamos ao jogo…

A verdade é que o adversário não tinha padrão nenhum e isso nos beneficiou. No 1° tempo tivemos 3 chances, num chute do Rodriguinho  (da uma bola pro Rodriguinho, nao bate penalty mas chuta 300 fora da área) e outro de Romero na trave.

Gol legal de Jô e no 2° tempo o Corinthians só chegou em um chute de fora do Rodriguinho (de novo). O lance do Kazin, impedimento…ele perdeu.

Bastava apertar que eles sentiam.

O São Paulo não criava, além dos méritos da nossa forte defesa, o time não tinha jogadas para penetrar e chuveirou.

Jogo nervoso e no 2° tempo show de esbarrões, tapas e cartões…

Tivemos muito mais chances de gol 4° feira do que hoje.

E sofremos menos também la atrás, porém isso para a Ponte terá que ser diferente pois a equipe de Campinas é mais time que o São Paulo e provou ser mais time que o badalado supra sumo Real Madrid verde.

Quem, em janeiro, nos canais de tv, sites e redes sociais neuróticas de jornalistas que mais parecem torcedores….

…quem cravou Corinthians e Ponte na final?

Equipes bem ajustadas podem superar a individualidade.

Foi assim em muita Copa do Mundo, 2006 por exemplo, Brasil seleção do momento, comerciais da Nike, Ronaldinho, Ronaldo, Rivaldo..Kaká…futebol arte, favoritaço…foi dominada por uma França bem postada…

Parabéns Carille, tem muito treinador por ai que demorou anos pra chegar em uma final, e tinha um orçamento de dar inveja.

 

Carille e jogadores como Arana e Maycon foram fundamentais, quanto não custaria por ai no mercado um lateral e um volante desse nível? Gabriel faz bem o papel de camisa 5, Jadson cerebral e Jô decisivo marcando gols nos clássicos, reforços que vieram pelo salário sem contratações suntuosas, que mais uma vez, no Real Madrid verde, ficou provado que não é o caminho certo…a tal gastança e ostentar reforço.

Algo que fizemos ano passado, sem $ com Guilherme, Marquinhos…Giovani Augusto, uma gastança sem precedentes do Roberto, o que enaltece ainda mais o que o Carille fez, salvou a pele da diretoria.


Aula de como se perder gols

abril 20, 2017

Discordo…e discordo muito da corrente capitaneada pelo irreconhecível Casagrande de que o time não queria jogo!

Ele viu outro jogo.

O Corinthians não fez 1×0 e recuou, como fez em muitas vezes no passado recente, exemplos de Mano contra Atletico e Tite contra Nacional…e com times MUITOOO MAIS FORTES, com $ brotando das alamedas do PSJ.

Após o gol, o Inter veio pra cima, algo normal né…e no fim do 1° tempo tivemos uma bela triangulação dentro da área e Romero…mandou um chute fraquinho, todo desiquilibrado.

No 2° tempo, Romero cruzou na cabeça de Rodriguinho, que não meteu aquela testada de Casagrande, quando o Casa era legal…quis tirar do goleiro com estilo e tirou demais

Em outros jogos o Rodriguinho já havia perdido gols, e muitos gols cara a cara… mas em lances seguintes marcava um.

Porém no esporte a coisa não é assim, não vai ter segunda chance sempre, não vai sobra bola toda hora após erro crasso, e ontem a conta chegou, o esporte te cobra com o dedo na cara, perde gol demais? faz gol e “cala críticos”….pois nem sempre vai ter a 2°vez.

Já com o gol de empate tomado após boas defesas de Cássio, o time foi pra cima, Clayton mandou na radial leste, perto do shopping metrô itaquera, a bola bateu nos trilhos da cptm, do metrô… livre..sozinho.

Jô, decisivo nos clássicos ontem no fim do jogo teve mais uma claríssima chance.

No jogo de ida Giovani Crossfit Augusto já perdera outro gol.

O time não fez 1×0 e colocou fraldas! Foi pra cima, dentro de todas as limitações e caos implantados nos últimos meses de gestão, trocas e negociações melaram, o clube se vê diante de uma total falta de poder de contratar.

Carille foi metralhado por um Casagrande que viu um jogo diferente do meu, e do comentarista convidado da globo do sul (não sei o nome) mas parabéns a ele, disse tudo o oposto do Casagrande.

A incoerência era tamanha que, no fim do jogo, com 1×1, ele criticou o fato do Carille por o time ainda mais pra frente… oras..já tivemos chances antes e tivemos mais depois…e agora, no mundo dele que era de retranca, quando o time vai pra frente…reclama…e pra fecha, disse que o Inter estava tranquilo no jogo…. ONDE?

Em dados momentos, era claro o constrangimento… mas enfim, voltando ao time, que fiquem horas…e horas…treinando finalização…mas não adianta muito, atletas maduros, rodados e acomodados..diferentes de Netos e Zicos, que ficavam horas pós treino batendo falta…eles treinam o que é exigido e vão pegar o trem, o onibus e dormem tarde, para acordar cedo e ganharem um salário tão baixo para jogar bolas na radial leste cara a cara com o goleiro.

Parabéns Carille, você fez o time jogar, ser forte na marcação e ter 5 chances claras de gol, quando a bola fica o jogador e o goleiro…você esta no banco..é com eles.

Agora juntar os cacos para domingo, se jogar igual o que jogou ontem, perdendo uma chuva de gols vai dar mais emoção.

Ontem foi uma das eliminações que mais lamentei, por todo o contexto que esta por trás do clube no momento, o time lutou, muita organização tática, vontade…mas técnica e uma certa máscara na hora de finalizar.

O pior de tudo, sem muitos jogos na Arena, a situação de pagar as prestações do estádio sem preço fica ainda mais prejudicada.

Ate domingo.


4° e 5° forças vencem nas semi-finais do paulisTÃO.

abril 16, 2017

Ponte Preta 3×0 Real Madrid Verde

São Paulo do Mito Deus lenda técnico super mega power 0x2 Corinthians Carille

A 2° força, o Santos já foi eliminada faz tempo, a 1° força tomou de 3 e poderia ser 4 se o juizão marcasse o penalty mais escandaloso do paulistão, como diria Levir Culpi, o campeonato esta manchado.

Já pensou se o Cássio me da uma tesoura voadora daquela na área o que a imprensa falaria? Estariam invadindo o Parque São Jorge com tochas e pedras para pedir a extinção do clube e nos chamando de time que só ganha roubado.

Mas…silêncio.

Casagrande enalteceu o jogo da Ponte (justo) mas não criticou em nada o time derrotado…ahh se fosse…

E o Corinthians, de novo com Jô decisivo em clássico venceu “”fora de casa”” (bota aspas nisso) por 2×0, levando enorme vantagem para a segunda partida, em casa (sem preço definido, auditória ta analisando os azulejos agora?)

As 3 equipes elogiadas em prosa em verso foram muito mal, totalmente dominadas pelos adversários enquanto Corinthians e Ponte jogaram um futebol intenso, de marcação forte e chegada rápida no ataque, mostrando que posse de bola é estatística furada e que a imprensa em janeiro comentou com o intestino delgado.

Torcer para a torção de Jadson não ser grave. O time não perde faz tempo, esta seguro na defesa, toma poucos gols e o sufoco que tomamos no fim é “normal” pois a equipe é similar ao que foi nos anos anteriores, excetos os buracos deixados nos curtos periodos de Adilson e Oswaldo…

Mesmo com o belo trabalho de destruição financeira, nefasta de gastanças e deficits, o Carille vem salvando a pele da cartolaiada corinthiana, após desmanches sem planejamento algum, ele pegou a base e …da união da base com 2 reforços chaves, Jô e Jadson, fez o time crescer e ganhar corpo, aquele frágil time do 2° semestre do ano passado, que tomou 4 no Morumbi é passado, voltamos la e jogamos muito bem.

Já pensou se fosse o Carille que perdesse 2 jogos decisivos em casa por 2×0 na mesma semana.. o que a midia estaria falando?

No aguardo do uso da palavra CRISE…na espn, uol e fox para o time mais amado …da imprensa!

Que bom domingo, em?

O que vocês acharam do jogo?


Empate fora contra o VHS

abril 13, 2017

Vamos aqui relembrar algumas Copas do Brasil que o Corinthians ganhou, ou se quiser até outros times.

Diversas vezes o negócio n°1 é não perder fora de casa, e se possível marcar um gol.

O time do VHS (DVD é coisa de 1°) sempre joga com muita vontade contra a gente, o começo do jogo foi acelerado, numa velocidade irreal pra qualquer partida, se atuassem sempre assim, parecia grenal, com certeza não teriam caído.

O Corinthians poderia ter vencido e feito mais gols ( o Inter também) não foi aquellaaaaa retranca, tivemos chances…Romero perdeu um gol no 1° tempo…mas quem perdeu gol mesmo foi ele…

Giovani Augusto poderia se matricular numa dessas academias de Crossfit, ele ta mais pra fitness do que pra jogador, ta muito grande, esta no esporte errado, não se perde um gol daquele.

Empatamos sem o principal jogador do time, Jadson, e o artilheiro dos clássicos Jô, portanto foi um bom resultado, sempre lembrando que o clube foi destruído por 3 administrações irresponsáveis do lado fiscal, o time possui claramente um padrão de jogo, fato que não ocorreu ano brasileiro do ano passado.

Com a volta da dupla, preservada ontem, jogando em casa, temos tudo pra eliminar o time que tentou o tapetão.

E fica aqui meus parabéns ao narrador da Fox Sports, pelo põe no dvd no gol…nos dias de hoje, cheios de mimimi e nhenhenhe, ele deve ta recebendo até ligação com ofensas.


Classificado estilo 2011 / 2012

abril 10, 2017

A última impressão boa que o time do Corinthians passou foi em 2015, no 2° semestre ….pois o 1° foi marcado por eliminações em casa, vexatórias.

Mas o 2° semestre foi tão bom que algumas coisas se apagam da memória, mas pelo menos pra mim não.

O time esta classificado para a semi final do paulista, 1xo contra o Botafogo, coisa que muita gente não acreditava, apenas 2 derrotas, sendo que uma delas la na estréia…quando o time se ajeitava, e invicto nos clássicos.

O futebol apresentado no jogo de ida e volta contra o Botafogo é idêntico…vou por com maisculas e separado… I D Ê N T I C O ao time 2011/2012…o tempo passa e parece que a memória é seletiva.

O time começa forte, poderia ter feito o gol cedo se não fosse a máscara do tamanho de Itaquera do Rodriguinho, minutos depois em passe perfeito de Jadson, Rodriguinho se “redimiu”, entre aspas porque aquilo é imperdoável…..Rodriguinho precisa fazer o simples, não tem o mesmo nível de Jadson pra tentar fazer um gol daquele, com 0x0…..o jogo foi complicando depois daquele lance de pura arrogância e irresponsabilidade.

Cássio salvou a pele do meia.

No 2° tempo o Corinthians, com 1×0…cozinha o galo.

Cansei de ver isso na era Mano, cansei de ver isso na era Tite (exceto 2° semestre 2015)

Foi assim em 2011, foi assim em 2012, dificilmente o time se arriscava para o 2° gol.

Postura diferente contra a Universidade do Chile, por ser a 1° partida em casa, o time foi pra cima tentando ampliar o placar e aliviar na volta, la Carille jogou com o regulamento, fez 2×0 e se não fosse os gols perdidos pelos atacantes teria sido 4×0.

Ali Carille foi estilo 2° semestre de 2015…mas na volta, ele terá o regulamento no braço.

Já no paulista, ele não quis se expôr tanto assim, era o 2° jogo.

Repito, 2015 é a ultima impressão da era Tite, 6 meses de 1×0 e buscava a goleada, antes sempre foi igual ontem, o que também gerou títulos, mas as critícas na época ao 1×0 não rão tao pesadas como agora, pois o time já vinha do titulo do br 2011…

E será assim em todos os jogos, até o time voltar a ter mais confiança, mais capacidade de se reforçar, de manter elenco, de não sofrer desmanches e manter espinha dorsal ano após ano, com reservas preparados.

Dado o caos que o trio Sanchez, Gobbi e Roberto colocou nas finanças do clube, até aqui em abril, o time esta bem.

Pra fechar, infelizmente ontem o Casagrande no fim do jogo resolveu prever o apocalipse no brasileirão, que nem começou…afinal no paulista e sulamericana esta indo pra frente, não deu pra falar mal até agora.

Carille faz o que pode e não se arrisca, igual seu Professor em 2011, porém com uma equipe muito inferior aquela.

 


2×0 e 45” de um bom Corinthians

abril 6, 2017

Um bom jogo do Corinthians, indo contra as previsões apocalipticas do canal Fox, do Juca Kfura e outros experts que faturam uma nota pra falar bobagem, o time teve 45” ruins e 45” muito, mas muito bons.

O 1° tempo mostrou aquela estatística que pra mim não vale nada, time do Chile 70% de posse de bola, levamos uns sustos, o Cássio fez duas belas defesas mas também…apesar de ter sido dominado, se o time adversário tivesse realmente qualidade teria feito um gol… não fez.

E na primeira vez que apertamos eles gemeram e tomaram o gol, no 2° tempo o time desde o 1° minuto foi melhor. 2×0 com chute de fora da área, coisa rara nos dias atuais e o time não recuou.

Carille, diferente do jogo contra o Botafogo colocou o time pra cima, não teve aquele medo exagerado, a famosa caganeira…tivemos a chance do 3° e 4° gols, Carille mexeu bem,  colocou atacantes….ai faltou mais precisão na finalização, que é depto do jogador.

Não entendi, de novo, o Casagrande, com o jogo 1×0 me disse que o time do CHile estava preparando uma armadilha…. pelo jeito ela faiouuu.

Torcedores do chile devidamente EXPULSOS das arquibancadas após causarem o caos, as cadeiras, que nem sabemos o preço direito (auditoria eterna) quebradas devem ser devidamente pagas pelo time do chile.

Mas isso é tipico em torneios de COnmebol, espero portões fechados no Chile, ou alguma perda de mando…jogar bem longe da casa deles… ou a conmebol vai passa pano pros adversários?


A luta para empatar

abril 3, 2017

O Corinthians foi até Ribeirão, as notícias eram uma só, a maratona de jogos em Abril.

O entrosamento, ritmo e jogar por música continuam em segundo plano, o medo é ficar cansado demais,o CPK chegar nas alturas e se machucar.

Lesão pode ocorrer a qualquer, a preocupação excessiva esta tirando a vontade de dar sangue nos olhos em todos os jogos.

O objetivo sábado foi alcançado, o time se preservou la atrás, atacou muito pouco e fez de tudo para empatar, fez tanto, mas tanto, que teve só duas chances de gols e se acuou de tal forma que fez parecer o Botafogo um time forte, tomamos sustos que não precisava em um estilo de futebol similar a 2013.

Que no jogo de volta, o time atue como foi nos 2 clássicos na Arena sem preço, com disposição e corra pra valer.

Em um esporte coletivo, com 11 (é muita gente) tem que dar ritmo, o CPK não pode ser prioridade, estão exagerando.

O clube não tem poder de reforçar, Carille trabalha com o que sobrou em uma terra arrasada por 3 anos seguidos de deficit, mas não precisa exagerar, era o Botafogo.

3 competições em sequência, eu imagino se estivessemos na neurose da Libertadores, a preservada seria ainda maior.


%d blogueiros gostam disto: