Gritar gol virou crime.


Mesmo com sérios problemas financeiros, graças a um planejamento de pagar o estádio que pra mim foi feito em papel de pão, o Corinthians venceu outro clássico.

Venceu  e jogou bem, contra uma equipe considerada poderosa pela imprensa esportiva, elogiada durante todo mês de janeiro. Ontem mais uma vez Jô marcou, o time foi forte na defesa e jogou com vontade.

Bom, qual foi o debate promovido pela imprensa hoje?  A vitória?

O debate foi pra cima do Tite, que comemorou o gol do Jô.

O treinador da seleção foi massacrado pelos comentaristas esportivos desses canais e outros jornalistas no twitter nessa tarde.

Tanto assunto mais importante e focam nisso, mal se falou da partida em si. Foco desviado.

Não se fala do esquema tático, da brilhante atuação, de novo, do Guilherme Arana na lateral esquerda, o cruzamento preciso que ele deu pro Jô, fazia tempo que não via um bom cruzamento assim, cansei de ver bolas pararem na radial leste ou no tobogã, ou mesmo se acertassem a área, o centroavante perdia o gol feito.

O 1° tempo foi muito bom.

Maycon um volante preterido por Willians e o zagueiro Pablo ficaram tudo em 3°plano, a imprensa ontem pegou no pé do Tite, comemorando gol.

Pois é pessoal, a alienação dessa linha de jornalismo de polêmicas que temos transformou comemoração de gol em crime, esse é mais um dos motivos que me fizeram a voltar a escrever.

Em tempo, eu não vejo os programas, estava estudando e trabalhando na hora, mas as noticias chegam na TL e não tem como não ficar sabendo e se indignar.

Gritar gol na tribuna, por um clube que você comandou por anos e que esta na seleção graças as todas oportunidades que o clube deu…é feio pra eles.

E assim caminham as coisas, no fraco debate esportivo que temos. Fox, Espn, Uol, twitteiros e outros não falaram do segundo clássico ganho, ficaram horas num debate que não leva a nada.

E o pior de tudo, formando opinião, alienando e fazendo muita gente acreditar em tais conspirações, exaltando o clubismo e raiva…por nada.

Tite comemorou, e muito, até porque nos clássicos havia excessivo “respeito a grandeza do adversário”, mas ontem e semana passada, não teve muito não, o time se comportou como se deve.

Feio é comemorar gol impedido ou de mão.

Anúncios

5 Responses to Gritar gol virou crime.

  1. André Emerson disse:

    Os mesmos que criticam são os que dão comentários totalmente parciais, sãos os mesmos que recebem pra falar bem de um clube e mal de outros…são os mesmo que batem no peito e falam o tie que torcem, porém, não sabem ser imparciais nos comentários..

  2. Marcão Run disse:

    Tite me ligou. Disse que também ia comemorar o gol do Pran7os porém…

    • paulomonteiro disse:

      ia respeita a grandeza hahaha…. porem a defesa ta forte, abcs bons treinos

  3. Erik disse:

    Bando de cretinos, a imprensa esportiva agoniza! A única coisa que o Adenor fez foi ser ele mesmo, como sempre foi, respeitou a grandeza de quem sempre o valorizou, e de quem deu todas as glórias dele! Ser Corinthiano de coração é o mínimo que esse homem poderia ser!

    • paulomonteiro disse:

      desviaram o foco da operação sem anestesia no santo andre…ahhh se fosse pro cor…

%d blogueiros gostam disto: