Esperando a fase decisiva.


Nessa semana o Corinthians jogou 2x, foram 180 minutos, fez 1 gol e tomou 2.

O time já esta classificado nas duas competições e com isso a cabeça de tudo muda, do técnico, da comissão técnica, da boleirada, do médico, objetivo alcançado …não é de hoje, os caras tiram o pé.

E tiram muito o pé.

Eu sou do tempo que se falava mais em entrosar, ganhar ritmo, tabelas, jogadas, engrenar…hoje era pra entrar babando, golear, criar aquela espiral positiva de vitórias e ritmo de jogo, contra um adversário que luta pra não cair e jogando “fora” mas com toda torcida a favor.

Mas hoje é poupar, se preservar, pode machucar, evitar lesão, a fadiga, o *CPK ta alto

O Marquinhos Gabriel não joga e teve lesão forte, é tudo muito relativo. O CPK dele tava alto?

Por isso essas duas últimas partidas foram…e as próximas 3 serão um “favor” pra eles.

O jeito é esperar a fase decisiva pra ver realmente se o time repete o que fez nos 2 clássicos, de grandes atuações e poder comentar melhor.

Não acho o time tão ruim como jogou hoje, ele pode mais, mas também…não pode tantoooo  +assim…. porém…..comparado aos outros times, vocês acham tão ruim assim?

Por isso que entrosar e ir pra cima, impor moral era melhor do que essa tiriça de hoje.

Ou seja, eu prefiro espera um pouco mais, e ficar com a imagem dos clássicos.

Mas vamos relembrar o fim do ano passado, tendo em vista o caos que esse Presidente, e as heranças dos anteriores, pelo menos hoje a situação é melhor do que se pintava e bordava em janeiro.

Como pode? Um presidente vai sair do seu mandato com 3 anos seguidos de deficit.

E sairá pela porta da frente.

SE FOSSE UMA EMPRESA…

sobre CPK, vale ler: https://www.ufrgs.br/lacvet/restrito/pdf/joana_fun_ao_muscular.pdf

 

 

Anúncios

Uma resposta para Esperando a fase decisiva.

  1. Leandro disse:

    Isso não é de hoje, Paulo. Mas apesar de irritante, essa postura do “preservar jogador” faz algum sentido. E o motivo principal é o regulamento esdrúxulo do Campeonato Paulista e seu limite de 28 inscritos.
    Tenho certeza que o Carille poderia trazer caras como Mantuan, Guilherme Romão, Rodrigo Figueiredo e outros da base, por exemplo, e misturar com os do time principal. Mas com os 28 inscritos, mesmo aquele que tá mais encostado, como um Felipe Bastos, por exemplo, fica no receio de ir com tudo e desfalcar a equipe para o restante da competição.
    Mas sim, dá pra jogar pelo menos 45 minutos com mais intensidade do que o que vimos nos últimos 2 jogos.

%d blogueiros gostam disto: